5 livros para gostar de Lev Tolstói
5 livros para gostar de Lev Tolstói

5 livros para gostar de Lev Tolstói

Quem foi Lev Tolstói

Lev Nikoláievich Tolstói nasceu em 9 de setembro de 1828, em Yasnaia Poliana, Rússia, em uma família aristocrática. Desde cedo, mostrou interesse pela literatura e pela filosofia, e sua educação formal incluiu estudos na Universidade de Kazan. Após herdar a propriedade familiar, Tolstói começou a escrever obras que exploravam as complexidades da sociedade russa, suas relações e questões existenciais. Seu romance “Guerra e Paz“, publicado entre 1865 e 1869, é uma obra-prima que aborda a sociedade russa durante as guerras napoleônicas e reflete as visões filosóficas de Tolstói sobre a história e a natureza humana. Outra de suas grandes obras é “Anna Karenina” (1877), que explora as complexidades dos relacionamentos humanos e é considerado um dos maiores romances já escritos.

Além de suas contribuições significativas para a literatura, Tolstói também era um pensador social e espiritual. Durante a segunda metade de sua vida, ele passou por uma transformação espiritual e desenvolveu ideias que pregavam a não resistência ao mal, o pacifismo e a busca pela simplicidade na vida. Esses princípios influenciaram movimentos sociais e filosóficos, incluindo o anarquismo cristão e o movimento pela não violência liderado por Mahatma Gandhi.

No final de sua vida, Tolstói enfrentou conflitos internos entre sua fama, riqueza e vida aristocrática e seus princípios de simplicidade e renúncia material. Ele faleceu em 20 de novembro de 1910, na estação ferroviária de Astapovo, durante uma tentativa de fugir de casa. O legado de Lev Tolstói perdura através de suas obras literárias atemporais e de suas ideias filosóficas, que continuam a influenciar o pensamento e a literatura em todo o mundo.

Bookshelf

Por que Lev Tolstói é importante

Lev Tolstói revolucionou a literatura e a forma como as pessoas encaram a vida e a sociedade por meio de suas obras, explorando temas profundos e complexos. Aqui estão seis temas importantes referentes às obras de Tolstói.

A Natureza da Guerra e da Paz

Em “Guerra e Paz”, Tolstói aborda de forma magistral a natureza da guerra, suas consequências e o impacto nas vidas das pessoas comuns. Ele critica as interpretações tradicionais da história e questiona o papel dos indivíduos em eventos históricos significativos. Ao fazer isso, Tolstói oferece uma visão única sobre os conflitos e suas implicações para a humanidade.

Exploração da Condição Humana

Muitas obras de Tolstói exploram a condição humana em suas várias facetas. “Anna Karenina”, por exemplo, examina temas como amor, traição e moralidade. Tolstói mergulha nas profundezas da psicologia humana, revelando os conflitos internos e as complexidades das relações interpessoais.

Criticismo da Sociedade e da Aristocracia

Tolstói critica abertamente a sociedade russa do século XIX, especialmente a aristocracia. Ele expõe as contradições e os problemas morais dessa classe social, questionando as instituições tradicionais e destacando as disparidades sociais. Esse olhar crítico contribuiu para uma reflexão mais profunda sobre as estruturas sociais e hierarquias.

Busca pela Verdade e Significado da Vida

Ao longo de sua vida, Tolstói empreendeu uma jornada espiritual e filosófica em busca da verdade e do significado da vida. Suas obras refletem essa busca, especialmente em trabalhos posteriores como “A Morte de Ivan Ilitch” e “A Sonata a Kreutzer”. Tolstói aborda questões existenciais, morais e espirituais, influenciando movimentos como o existencialismo e o pensamento contemporâneo.

Não Resistência ao Mal e Pacifismo

Nas últimas décadas de sua vida, Tolstói desenvolveu ideias que pregavam a não resistência ao mal e o pacifismo. Ele argumentava contra a violência e a guerra, influenciando movimentos pacifistas e deixando um legado duradouro no ativismo não violento.

Simplicidade e Renúncia Material

Tolstói abraçou a ideia de simplicidade e renúncia material em sua vida pessoal, algo que é refletido em personagens e temas de suas obras. Sua crítica à busca desenfreada por riqueza e poder influenciou movimentos como o cristianismo radical e o minimalismo contemporâneo.

A capacidade de Tolstói de explorar temas tão profundos e universais contribuiu para sua reputação duradoura como um dos maiores escritores da literatura mundial. Suas ideias continuam a inspirar reflexões sobre a natureza humana, a sociedade e a busca por um significado mais profundo na vida.

Bookshelf1

5 livros para gostar de Lev Tolstói

Aqui estão cinco livros de Lev Tolstói para quem quer conhecer o autor:

“Guerra e Paz” (1869)

Este épico retrata a sociedade russa durante as guerras napoleônicas. Tolstói explora as vidas entrelaçadas de personagens aristocráticos e comuns, enquanto examina a natureza da guerra e da história.

“Anna Karenina” (1877)

A história de Anna Karenina, uma mulher da alta sociedade que desafia as convenções sociais, abordando temas como amor, traição e moralidade em meio à sociedade russa do século XIX.

“A Morte de Ivan Ilitch” (1886)

Uma obra que mergulha nas reflexões existenciais de Ivan Ilitch, um homem de carreira bem-sucedida, enquanto enfrenta a morte iminente e questiona o significado de sua vida.

“Ressurreição” (1899)

Tolstói examina as consequências morais e espirituais de uma sociedade corrompida, seguindo a jornada de um nobre que busca redenção após um encontro impactante.

“A Sonata a Kreutzer” (1889)

Um conto introspectivo sobre amor, ciúmes e possessividade, contado por um personagem atormentado que reflete sobre sua experiência ao ouvir a “Sonata a Kreutzer” de Beethoven.

Dá série 5 livros para gostar, já publicamos:

Acompanhe o blog também no Instagram, Facebook, Youtube e Spotify.

No universo da literatura, cada página virada é um novo horizonte descoberto.

Até o próximo capítulo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *