William Shakespeare
William Shakespeare

Otelo

Em Otelo, o Homem está só no mundo e, a menos que busque decepção, precisa manter-se firme em suas próprias convicções sem se deixar abalar.

Antônio e Cleópatra

Talvez o fim seja de conhecimento de todos: o suicídio de Antônio e Cleópatra. A história já o disse, mas Shakespeare usa sua genialidade para nos mostrar como. E esse livro cumpre com o objetivo. Cheio de diálogos curtos porém intensos, essa tragédia shakespeariana usa e abusa do jogo de palavras entre política e paixão. Aliás, o que seria de uma sem a outra?

A Megera Domada

A Megera Domada é uma das primeiras comédias shakespearianas, escrita por volta de 1594. O tema, recorrente em suas comédias e também em algumas tragédias, é o casamento. Shakespeare já vislumbrava que os relacionamentos humanos, principalmente os afetivos, estão repletos de momentos cômicos e também trágicos. 

Hamlet

Hamlet é uma obra repleta de significados. Um livro que sempre tem algo a nos falar e a nos ensinar. Sem dúvida uma das maiores obras de literatura da humanidade. Onde Shakespeare nos traz algo incrivelmente único e psicologicamente avassalador: ele apresenta o Homem moderno.

A Tempestade

A Tempestade é uma história de vingança, é uma história de amor, é uma história de conspirações oportunistas e é uma história que contrapõe a figura disforme e selvagem dos instintos animais que habitam o homem com o desejo de liberdade e a lealdade grata e servil.